Notícias

Projetos de 2019 para o desenvolvimento turístico de Vazante/MG e São Gonçalo do Abaeté/MG

Por 29 de junho de 2019 Sem comentários

O turismo, ainda que complexo, é um setor que pode contribuir positivamente com a economia de um destino, desde que planejado conjuntamente com os interessados. É importante, contudo, compreender a lógica da atividade turística e ter a clareza que a sua abrangência (se para um público regional, nacional ou internacional) tem a ver não apenas com potencial de atratividade dos locais mas também com os investimentos (públicos e privados) que os atores estão dispostos a realizar.

 

Foi com essa mensagem que trabalhamos duas capacitações durante o mês de junho: o Encontro para o Desenvolvimento Turístico de Vazante-MG e o minicurso de introdução ao turismo no bairro Beira Rio, em São Gonçalo do Abaeté-MG.

 

A facilitadora de processos participativos Bel Castro foi nossa parceira contratada para contribuir com essas ações em dois projetos que estão sendo executados em parceria com a Nexa e o Instituto Votorantim em Minas Gerais: a elaboração do Plano Diretor de Turismo de Vazante e a Execução do Plano Setorial da Pesca e Turismo no bairro Beira Rio em São Gonçalo do Abaeté.

 

O Encontro para o Desenvolvimento Turístico de Vazante abordou, além da compreensão da dinâmica do turismo, as ações que serão executadas pelo projeto. Dentre elas estão o inventário da  oferta turística, a realização de pesquisa de demanda, a construção coletiva das estratégias e ações para o desenvolvimento turístico da cidade e apoio à institucionalização de uma lei que estabeleça a política municipal de turismo da cidade. As principais premissas para a construção do plano são o envolvimento ativo da comunidade e desenvolvimento responsável e sustentável do turismo.

 

Já em São Gonçalo do Abaeté, no bairro Beira Rio, o minicurso foi conduzido a partir do nivelamento conceitual sobre a lógica da atividade turística, construída com a contribuição dos atores locais sobre as diferentes particularidades do território e seus impactos no desenvolvimento do turismo. Além da linha lógica, houve destaque para a as políticas públicas de turismo, sua interface com a governança (local e regional) e a importância do desenvolvimento da liderança nesses ambientes. Com o objetivo de promover essa liderança, o minicurso trouxe ainda exercícios práticos de identificação das características dos líderes, levando os participantes a uma reflexão sobre as atitudes que devem ser desenvolvidas para melhoria da governança e da realidade do turismo na região.

 

Acompanhe por aqui e pelas nossas redes sociais mais notícias sobre esses projetos!

Envie sua mensagem